curadoriadelivros

RESENHA: As Glórias de Maria (Santo Afonso de Ligório) - Minha Biblioteca Católica

Domingo , 09 de Junho de 2019 20:41

CLIQUE PARA ADQUIRIR ESTA PUBLICAÇÃO

LIVRO: Glórias de Maria

AUTOR: Santo Afonso de Ligório

EDITORA: Minha Biblioteca Católica

PÁGINAS: 456

 

O grande Santo Afonso de Ligório (1696-1787) nos legou essa obra igualmente grandiosa: As Glórias de Maria. Não poderia ter melhor edição à altura de tão santa obra como essa edição da Minha Biblioteca Católica.

 

Santo Afonso divide o livro, basicamente, em três partes: a primeira, trata sobre as inumeráveis graças que Nossa Senhora concede a seus filhos; a segunda, ele faz uma reflexão de algumas festas dedicadas em honra à Nossa Senhora, explicando seu sentido e relação com Deus; Finalmente, Santo Afonso ressalta algumas das virtudes que Maria tem praticado em grau excelentíssimo.

 

Grande bispo e doutor da Igreja, fundador da ordem dos Redentoristas, Santo Afonso era apaixonado pela Virgem Maria. Seu livro AS GLÓRIA DE MARIA surge em um contexto muito peculiar. No ano de 1750, os jansenistas estavam divulgando que a devoção à Santíssima Virgem era uma superstição. É dessa defesa à Nossa Senhora e às devoções do povo de Deus, que nasce esse grande livro de Santo Afonso.

 

O livro, que já virou um clássico da Mariologia, começa com uma declaração cristocêntrica: “Meu amantíssimo Redentor e Senhor, Jesus Cristo, eu, miserável servo Vosso, sabendo o prazer que Vos dá quem busca glorificar a Vossa Santíssima Mãe, a quem tanto Vós amais e tanto desejas vê-la amada e honrada por todos, considerei dar à luz este meu livro, que fala das suas glórias” (p. 9).

 

É, portanto, um livro muito rico e que edifica todo cristão, pois honrar Maria é agradável a Jesus, Nosso Senhor. Junto com Santo Afonso, que ler esse livro seguramente também desejará, do fundo de seu coração, ser todo de Maria.

 

Apesar de, felizmente, termos muitos livros falando sobre Maria, esse de Santo Afonso é um livro dourado, possui uma virtude muito especial e particular, o que o torna incomparável. Como nos ensina Santo Afonso: se fosse possível reunir todo o amor de todas as mães do mundo, ainda estaria muito distante do amor com que Maria ama a cada de um de seus filhos de maneira pessoal.

 

TRECHO:São tantos os motivos que temos para amar esta nossa amorosa Rainha que se por toda a terra se louvasse Maria, em todos os sermões apenas de Maria se falasse, e todos os homens dessem a vida por Maria, ainda seria pouco à reverência e gratidão que lhe devemos pelo amor afetuoso que ela tem por todos os homens e até mesmo aos mais miseráveis pecadores que guardem para com ela alguma devoção” (p. 139).

 

MINHA OPINIÃO: Um verdadeiro clássico e tesouro da literatura católica. Ler esta obra me ajudou muito a aumentar meu amor por Nosso Senhor e ver o quanto agrada Nosso Senhor que honremos Sua Mãe. Junto com o “Tratado” de São Luís de Montfort, este é dos melhores livros que já li sobre a Santíssima Virgem. Viva Maria! ★★★★★